Estabelecimentos deverão seguir normas de higiene e poderão funcionar apenas durante 4h por dia. Veja abaixo as regras.

Prefeitura de São Paulo assinou na tarde desta terça-feira (9) o acordo com os setores de comércio de rua e imobiliário para autorizar a reabertura a partir desta quarta-feira (10). Os estabelecimentos terão horário de funcionamento reduzido e terão que seguir regras de higiene.

Segundo o prefeito Bruno Covas (PSDB), o acordo com os representantes dos shoppings centers deve ser assinado na quarta-feira, para que os estabelecimentos voltem a funcionar na quinta-feira (11), véspera do dia dos namorados.

A capital paulista está na fase laranja do plano gradual de flexibilização da quarentena estipulado pelo governo de São Paulo. Nesta etapa, cinco setores são autorizados a reabrir com restrições. O município já havia liberado concessionárias de veículos e escritórios.

Resumo das novas liberações:
– Comércio de rua e imobiliárias poderão abrir a partir desta quarta (10) pelo período de 4h e fora do horário de pico
– Shoppings poderão reabrir a partir de quinta (11) e terão que escolher entre duas opções de funcionamento 6h às 10h ou das 16h às 20h, com público limitado a 20%
– Todos os estabelecimentos deverão seguir regras de higiene e segurança

Além de cuidados com saúde, como distanciamento social e uso de álcool gel, as lojas vão ter um limite de horário de funcionamento de quatro horas. O comerciante poderá escolher o horário de abertura, desde que seja fora do horário de pico.

Haverá limite também de pessoas. Nenhum deles poderá receber mais do que 20% da capacidade de público.