Os espaços só funcionarão de manhã. É necessário usar máscaras e há proibição para esportes coletivos

Uma portaria da Secretaria Municipal de Esportes publicada no Diário Oficial da cidade de São Paulo nesta quinta-feira (2) autoriza a reabertura de centros esportivos públicos municipais a partir de 6 de julho, com restrições. As atividades esportivas desses locais estavam fechadas desde 16 de março, devido à pandemia de coronavírus. Seis centros permanecem fechados (leia mais abaixo).

O horário de funcionários dos centros esportivos e ginásios agora será temporariamente das 6h às 12h, sendo obrigatório o uso de máscaras por todos os servidores e frequentadores.

Segundo a Prefeitura, estão liberadas apenas as atividades de caminhada ao ar livre, permanecendo proibidas os esportes em grupo e o uso de quadras, ginásios, campos, piscinas, playgrounds e academias, tanto as internas quanto externas.

Os centros terão acesso restrito a apenas alguns portões e será feita a medição da temperatura corporal na entrada, sendo proibido o acesso de quem tiver temperatura superior a 37,5 ºC.

Será reforçada a higienização de banheiros e também há a obrigatoriedade de cumprir o distanciamento social para evitar a propagação da Covid-19. dos centros esportivos.

Fechados
Permanecerão fechados os clubes e centros esportivos da Lapa, Mooca, Santana, Tietê, Santo Amaro e Barra Funda. Estas unidades, segundo a Prefeitura, estão abrigando moradores de rua devido ao frio e às baixas temperaturas da região e também com suspeitas de Covid-19.