Chamou aquele casal de amigos para jantar em casa? Ou vai receber as amigas sábado no almoço? É hora de se preparar… Ou seja, dar uma arrumada na casa, ir até o mercado comprar aquela comida que todos adoram (e vão sair da dieta já que o momento é especial), comprar duas garrafas de vinho que o sommelier do mercado indicou…

Até ai tudo muito fácil, mas e agora, o que fazer com o vinho?

O encontro com os amigos precisa ser perfeito e o vinho sempre é esperado por todos, mas poucos sabem qual temperatura ideal para servi-los.
A verdade que a temperatura ideal do vinho não é uma matemática perfeita, mas podemos seguir algumas dicas básicas. O que temos que ter sempre em mente é que o vinho não é uma bebida para matar sede, o vinho é uma bebida gastronômica e serve para elevar os sabores e aromas da
refeição, além de ajudar as pessoas a socializarem de forma harmoniosa.

Então se o vinho não é uma bebida para matar a sede podemos ter certeza que não é para ser bebido gelado, se ao servir o vinho tinto, a taça embaçar, a temperatura pode estar muito baixa. Os espumantes, vinhos brancos jovens e vinhos efervescentes são os vinhos teoricamente menos complexos e devem ser servidos a uma temperatura média de 8°C a 10°C, se não tiver termômetro, pode tirar a garrafa da geladeira, espere por volta de 3 – 5 minutos e já pode servir. Para manter a temperatura basta colocar as garrafas em um balde preenchido metade com gelo e ¾ de água.

Caso opte por um vinho branco não tão jovem, ou então um vinho rosé, a temperatura ideal é de 10°C a 12°C, ou seja, tire da geladeira, espere de 5 a 8 minutos e a temperatura estará boa.

Os vinhos tintos naturalmente são servidos menos gelados, então se tiver um vinho tinto jovem (esses que compramos no mercado entre R$ 50 a R$ 120), pode ser melhor aproveitado a uma temperatura de 16°C/ 17°C, ou seja, ideal coloca-lo em uma adega ou então se tiver com muita pressa, basta colocar uns 20 minutos na geladeira e provavelmente ele chegará a uma temperatura boa.

Os vinhos mais estruturados e mais antigos, precisamos ter mais cuidado, o ideal é deixar em uma adega, ou em algum local bem fresco e escuro. Para esses vinhos, a temperatura ideal são 18ºC.

Espumantes e Efervescentes = 8ºC
Vinho Rosé = 10ºC
Vinho Tinto Jovens = 16ºC
Vinhos Tintos Complexos = 18ºC

Todos essas temperaturas são sugestões, não são regras imutáveis, afinal a temperatura do ambiente, os pratos que irão acompanhar e até mesmo seu humor podem afetar percepção e sua preferência.

Tome cuidado com dias muito quentes, considere que a temperatura do vinho na taça vai subir naturalmente, então servir pouca coisa mais gelado, não tem problema; por outro lado, em um dia muito frio a temperatura do vinho tende a manter-se igual, portanto tome cuidado para não servir a bebida muito gelada. Se não se sentir seguro com seu tato, atualmente existem várias opções de termômetros super descolados para colocar na garrafa igual se fosse uma pulseira, além dos termômetros convencionais que podem ser facilmente encontrados por um preço acessível.

Mas verá que basta um pouquinho de prática para entender a melhor temperatura. Se errar, sem problema, nada que um baldinho de gelo não resolva ou então a própria palma da mão na taça se estiver muito gelado.A única coisa que não pode, é deixar de tomar uma bela taça de vinho em boa companhia.

Marcel Ocampo
www.degustacao.net
facebook.com/marcel.ocampo1