Porque o Tatuapé sofre tanto com o trânsito? Com certeza, você deve ter essa resposta na ponta da língua: o problema do trânsito no Tatuapé se deve a verticalização! Onde existiam casas com famílias, com em média 5 pessoas, hoje abrigam edifícios com mais de 100 pessoas, certo?

Parece a explicação mais correta e coerente mas…vamos pensar! Como você explicaria por exemplo, bairros como Higienópolis ou Moema, que tem uma verticalização no mínimo 10X superior ao do Tatuapé e não sofrem tanto com o trânsito? Além de uma maior verticalização, são bairros com renda familiar maior do que as famílias do Tatuapé (podem comprar carros) e contam com uma quantidade bem maior de serviços e entretenimento.

Esse é um texto de reflexão apenas, mas vale pensar sobre o assunto. Se você já teve a chance de passar um período do dia ou da noite nesses dois bairro, pode ter notado um detalhe bem interessante que não acontece no Tatuapé…As pessoas andam a pé! Elas vão as padarias, farmácia, Shopping, restaurantes, bares, tudo a pé. As calçadas desses bairros são movimentadas, com pessoas caminhando e fazendo suas atividades básicas a pé.

Isso é algo que não acontece no Tatuapé. Qualquer coisa que as pessoas precisam fazer no bairro, elas utilizam o carro, pode notar! As pessoas vão, por exemplo, no Ceret caminhar e vão de carro, mesmo morando a menos de 1km do parque (90% dos meus amigos, incluindo eu, fazem isso). Vão na academia correr 1 hora na esteira e malhar e vão de carro, mesmo morando perto. Pode notar, que os estacionamentos de padarias, são infernais. Você fica 15 minutos observando e quase todo mundo que sai, vai para o carro. Os moradores do Tatuapé não fazem nada se não for de carro.

Se você observar a Itapura, uma rua cheia de lojas, serviços, restaurantes, note que ela é extremamente movimentada, mas de carros. Você vê um número muito pequeno de pessoas caminhando pela Itapura e com tantos serviços e opções, deveria ser ao contrário.

Aí você pode até falar: a segurança, tipo eu tenho medo de ser assaltado(a). Então saiba que esse tipo de assalto é quase ínfimo nas estatística do bairro, o que mais se rouba aqui é justamente carros. Infelizmente os moradores não sabem o que acontece nas ruas paralelas das suas casas ou edifícios, porque estão sempre dentro de carros até para as mais simples atividades.

Outro dia tivemos a paciência de ficar um tempo em frente de uma grande farmácia do bairro, contando quantas pessoas chegavam a pé e quantas chegavam de carro e pasmem, depois de 28 carros, chegou uma pessoa a pé.

Isso acontece em todos os lugares, academias, salões de beleza, lojas, bares, restaurantes. O morador do Tatuapé ainda não tem o costume de caminhar pelo bairro e olha, é uma das coisas mais bacanas. O bairro tem várias áreas legais, que a gente nem nota porque está sempre em movimento dentro de carros e muitas vezes, esses detalhes são ao lado das nossas casas.

Será que a gente não conseguiria pelo menos dar uma minimizada no trânsito do Tatuapé, fazendo uma pequena mudança nos nossos hábitos? Vale a reflexão.