NOVIDADEAcesse a VTMUSIC, a Web Rádio Oficial do Tatuapé.Confira!
Sem categoria

Governo de SP libera funcionamento de bares e restaurantes até as 22h

1 Mins read

Medida entra em vigor a partir desta quinta-feira (6) e vale para as regiões que estão há 14 dias na fase amarela do plano de flexibilizações. O Anúncio foi feito pelo governador João Doria nesta quarta (5).

O governo de São Paulo anunciou nesta quarta-feira (5) a autorização para que bares e restaurantes passem a funcionar no período noturno no estado. A medida entra em vigor a partir desta quinta-feira (6) e vale para as regiões que estão há 14 dias na fase amarela do plano de flexibilizações.

“Depois de rigorosa análise do centro de contingência da Covid-19 constatou que não houve impacto negativo nos indicadores epidemiológicos com a retomada gradual no consumo em restaurantes localizados em regiões que estão na fase amarela do Plano São Paulo. A partir desta constatação, o governo do estado vai publicar decreto amanhã que autoriza a abertura de restaurantes, padarias e estabelecimentos de alimentação até as 22 horas”

O tempo de funcionamento permanece de 6h por dia, mas poderá ser fracionado pelos estabelecimentos.

Atendimento na calçada
Na capital, o prefeito Bruno Covas (PSDB) disse que irá publicar nesta quinta-feira (6) um decreto regulamentando o funcionamento dos estabelecimentos nas calçadas.

Veja as principais regras para bares e restaurantes:

– Ocupação máxima de 40% da capacidade do estabelecimento
– Distância de 2 metros entre as mesas e de 1,5 metro entre as pessoas
– Máximo de 6 pessoas por mesa
– Atendimento apenas para clientes sentados
– Uso obrigatório de máscaras por clientes e funcionários no estabelecimento. (Apenas quando estiver sentado em sua mesa, o cliente poderá deixar de utilizar a máscara)
– Proibir aglomerações
– Disponibilizar álcool gel para higienização das mãos
– Barreiras de acrílico devem ser instaladas nos caixas e balcões de alimentos.
– Temperos e condimentos devem ser fornecidos em sachês
– Cardápios deverão ser disponibilizados digitalmente ou em quadros na parede

Fonte:g1.com